EFAPEL volta a inaugurar a época com o Tour Colômbia 2020

A terceira edição do Tour Colômbia 2.1 marca o arranque da época para a Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL, entre 11 e 16 de fevereiro. Será o segundo ano que a formação de Ovar volta a ser convidada para correr em território sul-americano, sendo de novo a única equipa lusa a competir na Colômbia.

Ao ser de novo eleita para tão importante competição, a EFAPEL inaugura a nova temporada rumo a um dos grandes objetivos para 2020: competir ao mais alto nível além-fronteiras, sem nunca descurar a conquista da Volta a Portugal.

Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL, já selecionou os seis corredores que vão sentir a adrenalina da festa do ciclismo na estrada, numa edição que corre em grande parte a região de Bogotá, a capital extensa e de altitude elevada da Colômbia. O colombiano Nicolás Saenz teria de ser um deles, não havendo melhor estreia na equipa do que começar em casa. Gerard Armillas, Jóni Brandão, Rafael Silva, César Fonte e António Carvalho completam o alinhamento.

O Tour Colômbia 2020 tem seis etapas que somam 872,9 km. Começa terça-feira 11 de fevereiro, com um contrarrelógio por equipas, terminando domingo, dia 16, nas montanhas acima de Bogotá, com um percurso final que vai atingir uma altitude de 3.266 metros.

“É para nós um motivo de orgulho recebermos o convite, pelo segundo ano consecutivo, para estarmos presentes numa prova de grande importância a nível mundial como é o Tour Colômbia 2.1. Nesta competição UCI vão estar presentes as melhores equipas e atletas do World Tour, num país que respira ciclismo”, avançou Rúben Pereira, para quem este “foi sem dúvida um passo importante para a internacionalização da equipa EFAPEL”.

O dirigente da formação de Ovar considera que a época de 2020 vai ser importante, no sentido de que tudo está a ser feito “para cada vez mais termos um calendário alargado e marcarmos presença noutros países. Aumentámos o número de atletas para a próxima época precisamente de forma a podermos competir em duas frentes ao mesmo tempo”, rematou.

 

Etapas:

11 de fevereiro, terça-feira – 1.ª Etapa: Contrarrelógio por Equipas » Tunja – Tunja, 16,7 km

12 de fevereiro, quarta-feira – 2.ª Etapa: Paipa – Duitama, 152,4 km (Circuito com 4 voltas)

13 de fevereiro, quinta-feira – 3.ª Etapa: Paipa – Sogamoso, 177,7 km

14 de fevereiro, sexta-feira – 4.ª Etapa: Paipa – Santa Rosa de Viterbo, 168,6 km

15 de fevereiro, sábado – 5.ª Etapa: Paipa – Zipaquirá, 174,9 km

16 de fevereiro, domingo – 6.ª Etapa: Zipaquirá – El Once/ Alto del Verjón, 182,6 km

Comments are closed.