EFAPEL estreia novo coletivo com o primeiro estágio pré-época

Entre 27 e 30 de novembro Ovar foi o quartel-general da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL, para receber o primeiro estágio pré-época. Quatro dias marcados pelo contacto inicial entre o conjunto que vai estar na estrada em 2020 e todo o staff, que deu oportunidade a todos para se conhecerem melhor, permitindo criar os primeiros laços. Esta jornada serviu também para planificar o novo ano e definir objetivos.

Futebol, passeios de BTT, caminhadas, aulas de boxe, palestras, avaliações físicas, questionários para conhecer os corredores e as primeiras refeições juntos. Estas foram algumas das atividades, que também proporcionaram o primeiro contacto com os elementos do staff e com a nutricionista Alexandra Domingues.

Será o primeiro ano que a EFAPEL vai ter uma nutricionista a acompanhar a equipa durante toda a época. A direção entende que vai ser um novo elemento muito importante, ao acompanhar de forma personalizada cada corredor com dicas para as refeições, abastecimentos e suplementação. Para Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL, trata-se de “uma mais-valia por ser um trabalho muito específico e um complemento muito importante para a equipa”.

Nestes dias também foi possível conhecer alguns dos novos produtos da Prozis, patrocinador da EFAPEL, que ofereceu um kit a cada corredor com o essencial para o início da temporada. A equipa ainda teve tempo para visitar alguns patrocinadores.

“Este estágio é muito importante, principalmente quando há muitas entradas novas. É o início de tudo o que queremos fazer na época de 2020, o trabalho de base, que visa unir a equipa”, explicou Rúben Pereira. “Não há exigência física mas sim atividades para todos se conhecerem e trabalhar e interagir juntos, criar grupo. Uma metodologia que vai refletir-se ao longo da época, a da união da equipa, e queremos continuar. Mesmo com um conjunto com tantos atletas de grande importância, todos estão a interagir muito bem e em quatro dias já se criou um bom ambiente, prevendo-se uma época risonha para a equipa”, rematou o dirigente.

Em 2020 a EFAPEL apresenta uma formação com 12 corredores, mais dois que na época passada. Quatro mantêm-se na “família” ao renovar contrato. Seis vão estrear-se com as cores da EFAPEL, há um “regresso a casa” e o 12.º elemento vem da Escola da EFAPEL, sendo o primeiro fruto que passa de Júnior a Sub-23, concretizando o propósito para o qual foi criada: assegurar a continuidade da equipa profissional.

Sérgio e Pedro Paulinho, Rafael Silva e Jóni Brandão são as quatro renovações, continuando Sérgio Paulinho como capitão e Jóni Brandão líder da EFAPEL. Diogo Almeida vai ser o primeiro ciclista da Escola de Ciclismo a correr na equipa profissional, em Sub-23. Aos cinco juntam-se sete novos reforços: o espanhol Gerard Armillas (Team Compak), o colombiano Nicolás Saenz (Team AV Villas) e os portugueses Tiago Antunes (SEG Racing Academy), Tiago Machado (Sporting-Tavira), Luís Mendonça (Rádio Popular-Boavista), António Carvalho (W52-FC Porto) e César Fonte (W52-FC Porto), que volta à equipa após ter corrido quatro temporadas (2010-2013) com a EFAPEL.

Comments are closed.