Rafael Silva e Daniel Mestre no top-15 do dia

Na segunda etapa da Vuelta Ciclista Comunidad de Madrid, a Equipa EFAPEL colocou dois ciclistas entre os 15 primeiros, Rafael Silva (oitavo) e Daniel Mestre 12º), venceu duas metas volantes com Marcos Jurado, que agora é segundo neste particular, e ainda foi o melhor conjunto do dia.

Num dia em que a etapa era mais curta - 133,4 quilómetros - os ciclistas pedalaram entre Alcobendas e San Sebastian de los Reyes. A média foi alta, quase a bater nos 45 km/h. A Equipa EFAPEL assumiu a vontade de subir ao pódio no último dia e teve em Marcos Jurado o representante na fuga do dia. Com isso, o espanhol procurou as metas volantes e venceu duas. Ascendeu ao segundo posto dessa classificação a dois pontos do líder, Sergio Rodriguez, da Euskadi.

No final da etapa, a equipa colocou os seus ciclistas mais velozes na discussão pela vitória e tanto Rafael Silva como Daniel Mestre terminaram entre os melhores. Na geral individual, Henrique Casimiro continua a ser o melhor elemento da formação. É 12º classificado.

“Estivemos na fuga para tentar vencer as metas volantes e subir ao pódio no final da prova. O Marcos venceu duas do dia e está a dois pontos do primeiro classificado. Na chegada não fomos tão felizes. A classificação geral está a ser definida pelos pontos conseguidos na meta e não pelas diferenças de tempo. Isso favorece os ciclistas mais rápidos no final. Mas continuamos a pensar na geral e vamos ver como corre o dia de amanhã, numa etapa que é disputada em circuito”, afirmou o director desportivo da Equipa EFAPEL, Américo Silva.

Amanhã realiza-se a última etapa da Vuelta a Comunidad de Madrid. É um circuito em pleno centro da capital espanhola.