Jóni Brandão prossegue de Amarelo na Volta a Portugal

Jóni Brandão, da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL, sobe hoje ao pódio pela 2.ª vez ao manter a Camisola Amarela da 81.ª Volta a Portugal Santander, no final da 8.ª Etapa. O líder prossegue no comando da Geral Individual, com a mesma vantagem de 1 segundo sobre o 2.º classificado, João Rodrigues (W52-FC Porto). Também o colega Henrique Casimiro continua a ser o 2.º melhor classificado da equipa em prova, segurando a 5.ª posição da Geral, a 52 segundos.

A tirada de hoje, uma ligação de 158 km entre Viana do Castelo e o Alto de Santa Quitéria, em Felgueiras teve Jóni Brandão como 2.º classificado, que o levou a permanecer de Amarelo.

Uma jornada rápida, corrida a uma média que passou os 40 km/ hora e com uma fuga que levou dois homens na frente. A EFAPEL cedo assumiu o controlo da corrida, para defender a liderança de Jóni Brandão, não permitindo a diferença dos fugitivos ir além dos dois minutos. A 16 km da chegada, o duo era absorvido pelo pelotão e o chefe-de-fila da EFAPEL atacava, num duelo com João Rodrigues, terminando ambos com o mesmo tempo, mas fazendo Jóni Brandão 2.º lugar.

No final, Jóni Brandão avaliou a chegada como “dura”, onde “desde os 0 km tivemos uma etapa muito rápida. A equipa trabalhou desde esse momento, desempenhando um excelente trabalho. Acabo sem perder tempo, que era um dos meus objetivos, além de, se possível, ganhar. As forças estavam já ‘justas’, mas acabei por conseguir não perder tempo”. Para o líder da EFAPEL amanhã “é mais um dia em aberto e vamos ver como tudo nos corre. Vai depender muito de como a etapa seja disputada e só espero que saia a meu favor e consiga vencer. Se não ganhar tempo e ficar pelo menos tudo igual até ao contrarrelógio de domingo já seria positivo”. Contudo, sublinhou, o objetivo maior “é não perder a Camisola Amarela, ou perdendo, conquistar de novo no domingo. Mas melhor é não perder mesmo”, assegurou.

Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL, começou por agradecer a toda a equipa, “um grupo muito unido. Esta Camisola Amarela tem um pouco de cada um de nós, desde os corredores a todo o staff”. O dirigente considerou este um “dia difícil. Os adversários estão a um bom nível. Ainda assim não foi difícil controlar a corrida, o segredo é mesmo manter a calma e a cabeça fria. Tenho a equipa muito unida, estamos fortes mas não esquecemos que os adversários também. Portanto seguimos sempre com cautela, todos os dias são decisivos, não é só o contrarrelógio. Até porque os dias mais fáceis fazem mais diferenças, por vezes. Mas o contrarrelógio individual vai ter uma palavra mais definitiva na Geral”, concluiu, confiante.

Ficou reservada para o último sábado de Volta a etapa mais decisiva da competição rainha. Chega assim amanhã a ligação Fafe (13.25 horas) – Mondim de Basto (17.18 horas), que termina com uma contagem de montanha de 1.ª Categoria, a subida mítica ao Monte Farinha, mais conhecido por Alto da Senhora da Graça, onde terminam os 133,5 km de viagem. É a mais curta tirada desta edição, mas tem o condão de levar ao confronto direto e decisivo entre os favoritos.

 

CLASSIFICAÇÕES:

 

CLASSIFICAÇÃO ETAPA

8.ª ETAPA: Viana do Castelo – Felgueiras: 158 km

1.º João Benta (Rádio Popular-Boavista), 03h49m18s

2.º Jóni Brandão (EFAPEL), a 02s

11.º Henrique Casimiro (EFAPEL), a 08s

37.º Rafael Silva (EFAPEL), a 57s

56.º Bruno Silva (EFAPEL), a 03m34s

57.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), mt

83.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 16m10s

94.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 16m52s

 

CLASSIFICAÇÃO ETAPA POR EQUIPAS

1.ª W52-FC Porto, 11h28m09s

3.ª EFAPEL, 11h29m01s

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL – AMARELA

1.º Jóni Brandão (EFAPEL), 36m40m19s

5.º Henrique Casimiro (EFAPEL), a 52s

27.º Rafael Silva (EFAPEL), a 11m54s

31.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), a 15m16s

32.º Bruno Silva (EFAPEL), a 17m50s

71.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 58m04s

81.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 01h12m06s

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS

1.ª Rádio Popular-Boavista, 109h58m37s

4.ª EFAPEL, a 11m50s

 

GERAL PONTOS – VERDE – RUBIS

1.º Daniel Mestre (W52-FC Porto), 91 Pontos

9.º Jóni Brandão (EFAPEL), 32 Pontos

 

GERAL MONTANHA – AZUL – LIBERTY SEGUROS

1.º Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista), 77 Pontos

10.º Jóni Brandão (EFAPEL), 20 Pontos

14.º Henrique Casimiro (EFAPEL), 15 Pontos

40.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), 3 Pontos

43.º Rafael Silva (EFAPEL), 2 Pontos

 

FOTO: João Fonseca Photographer

Comments are closed.