Jóni Brandão carimba marca da EFAPEL com 3.ª vitória consecutiva no Grande Prémio JN

Jóni Brandão, da Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL, fechou hoje, com a terceira vitória consecutiva, a 29.ª edição do Grande Prémio de Ciclismo Jornal de Notícias. Coletivamente a EFAPEL subiu ao 2.º lugar do pódio da Geral por Equipas.

Contudo, as vitórias não ficaram por aqui, tendo sido a EFAPEL a equipa que hoje mais vezes foi ao pódio final. Bruno Silva foi coroado em Gondomar como Rei dos Trepadores, ao vestir a Camisola Azul e Jóni Brandão conquistou as classificações gerais dos Pontos (Camisola Verde) e das Metas Volantes (Camisola Laranja).

Após sete longos dias na estrada, com mais de 750 km percorridos, terminou neste Dia de Portugal uma das mais importantes competições nacionais do calendário. A EFAPEL não levou o prémio final para casa, mas ficam três vitórias consecutivas pelo chefe de fila da equipa, que em Valongo venceu isolado (4.ª Etapa), em Santo Tirso triunfou na crono-escalada até ao Alto da Senhora da Assunção (5.ª Etapa) e hoje, com o fecho em Gondomar (6.ª Etapa), onde voltou a erguer os braços pela terceira vez seguida.

Foi com uma jornada de sol que encerrou o 29.º Grande Prémio JN. Uma etapa de múltiplos ataques, desde o início, e a mais longa de todas: 187,2 km entre o Porto e Gondomar. Foi com 120 km percorridos que surgiu a fuga com maior vantagem, quase 3 minutos, reduzindo o grupo principal e perseguidor a 16 elementos, em virtude do cansaço já acusado pelas investidas.

A EFAPEL, que fruto do trabalho coletivo exemplar conseguiu que Jóni Brandão vencesse as duas Metas Volantes do dia – bonificando 6 segundos que de imediato o fizeram subir do 3.º para o 2.º lugar da Geral – assumiu nesta fase a cabeça do grupo do Camisola Amarela. A estrutura de Ovar endurecia assim a corrida com o objetivo de colocar Jóni Brandão para uma derradeira investida, o que acabaria por acontecer.

A 2 km da meta, nas rampas mais exigentes de aproximação à chegada, Brandão descolou e disparou com toda a potência, mostrando uma vez mais ser um dos homens mais fortes de todo o pelotão e cruzou o risco isolado, à semelhança do que aconteceu em Valongo, na 4.ª Etapa.

É certo que o Prémio JN não vai para casa. Mas vão as três vitórias em três etapas, que deixam boas sensações para o futuro, onde na mira da EFAPEL está a discussão da Volta a Portugal.

Jóni Brandão, o corredor que mais vezes subiu hoje ao pódio, mostrou-se feliz, mas lamentou “não ter chegado à Amarela. Dei tudo e juntos fizemos tudo o que estava ao nosso alcance. Contudo saímos contentes desta competição, que não deixou de ser um bom ensaio para a Volta a Portugal”, disse o trepador. “Este é um prémio muito próximo da Volta, pelos dias de prova e seu grau de exigência. Vamos continuar a trabalhar para estar na sua discussão em agosto”.

Já Bruno Silva também estava visivelmente satisfeito com o prémio individual, que afirmou ser “o reflexo do trabalho da equipa, onde demos tudo para levar a Amarela para casa. Ainda assim o adversário foi mais forte. Mas ao ganharmos mais esta etapa e termos ficado em 2.º lugar por Equipas só podemos sair contentes e de cabeça erguida”.

 

CLASSIFICAÇÕES:

 

CLASSIFICAÇÃO ETAPA

6.ª ETAPA: Porto – Gondomar: 187,2 km

1.º Jóni Brandão (EFAPEL), 04h48m30s

12.º Rafael Silva (EFAPEL), a 44s

13.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), mt

15.º Henrique Casimiro (EFAPEL), mt

24.º Bruno Silva (EFAPEL), a 07m03s

37.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 08m17s

38.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), mt

 

CLASSIFICAÇÃO ETAPA POR EQUIPAS

1.ª W52-FC Porto, 14h25m54s

4.ª EFAPEL, 14h26m58s

 

CLASSIFICAÇÃO ETAPA PONTOS – VERDE

1.º Jóni Brandão (EFAPEL), 25 Pontos

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL – AMARELA

1.º Ricardo Mestre (W52-FC Porto), 20h33m24s

2.º Jóni Brandão (EFAPEL), a 36s

9.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), a 02m33s

12.º Rafael Silva (EFAPEL), a 03m54s

13.º Henrique Casimiro (EFAPEL), a 04m00s

22.º Bruno Silva (EFAPEL), a 11m06s

23.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), a 13m17s

31.º Niki Mihaylov (EFAPEL), a 21m33s

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS

1.ª W52-FC Porto, 61h20m46s

2.ª EFAPEL, a 03m27s

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL PONTOS – VERDE

1.º Jóni Brandão (EFAPEL), 110 Pontos

2.º Rafael Silva (EFAPEL), 50 pontos

16.º Henrique Casimiro (EFAPEL), 14 Pontos

18.º Niki Mihaylov (EFAPEL), 8 Pontos

19.º Fabricio Ferrari (EFAPEL), 6 Pontos

24.º Bruno Silva (EFAPEL), 3 Pontos

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL MONTANHA – AZUL

1.º Bruno Silva (EFAPEL), 51 Pontos

6.º Jóni Brandão (EFAPEL), 25 Pontos

22.º Henrique Casimiro (EFAPEL), 5 Pontos

33.º Sérgio Paulinho (EFAPEL), 2 Pontos

34.º Rafael Silva (EFAPEL), 1 Ponto

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL METAS VOLANTES – LARANJA

1.º Jóni Brandão (EFAPEL), 14 Pontos

6.º Bruno Silva (EFAPEL), 3 Pontos

 

FOTO: João Fonseca Photographer

Comments are closed.