EFAPEL foi das equipas mais combativas na 45.ª Volta ao Algarve

Terminou hoje a 45.ª Volta ao Algarve, com a chegada em alto à mítica montanha do ciclismo português, o Malhão, em Loulé, após uma viagem de 173,5 km que iniciou em Faro, com um sol esplendoroso. A Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL termina em bom plano esta edição da maior corrida internacional de ciclismo em Portugal, apresentando-se como uma das mais combativas ao longo das cinco etapas. Zdenek Stybar (Deceuninck-Quick Step) venceu a etapa este domingo e Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) conquista esta Volta ao Algarve.

Mesmo com o cansaço que alguns dos corredores convocados já traziam do Tour da Colômbia, a equipa foi protagonista em três das cinco etapas, onde esteve sempre presente nas fugas do dia com passagem em Metas Volantes e Prémios de Montanha na primeira posição.

Além do cansaço, houve outros motivos que afetaram o bom desempenho da EFAPEL, como um surto de gripe que começou por atacar Henrique Casimiro, que já não correu o contrarrelógio individual. Seguiu-se Sérgio Paulinho, que não alinhou hoje e Niki Mihaylov, que não resistiu até ao final da corrida deste domingo. Bruno Silva e Antonio Angulo também já apresentavam sintomas e Rafael Silva foi o mais resistente. Mesmo sendo um dos corredores que já trazia os quilómetros acumulados de seis dias de competição na Colômbia.

É de destacar a prestação de Rafael Silva nesta Volta ao Algarve, que acaba na 44.ª posição da Geral, sendo o corredor mais regular da equipa. Mesmo não sendo especialista em provas por etapas, conseguiu, com o trabalho de todos, estar sempre bem colocado.

“A equipa foi bastante combativa nesta Volta ao Algarve e mostrou-se unida e preparada, para o nível que tem em termos competitivos esta prova. Entre o cansaço da Colômbia e problemas de saúde não se pode conseguir fazer mais do que o que foi feito e por isso o balanço da nossa participação é muito positivo”, disse Américo Silva, diretor desportivo da EFAPEL.

“Rafael Silva demonstrou-nos estar no bom caminho em termos de evolução para as próximas competições, o que muito nos apraz, ao ter sido o mais regular em termos globais”, rematou o dirigente desportivo.

Na Geral por Equipas a EFAPEL termina a 45.ª Volta ao Algarve na 20.ª posição. Seguem-se as classificações.

 

 

CLASSIFICAÇÕES: 

 

CLASSIFICAÇÃO ETAPA

5.ª Etapa: Faro – Malhão, 173,5 km

1.º Zdenek Stybar (Deceuninck-Quick Step), 04h13m48s

59.º Rafael Silva (EFAPEL), a 08m00s

115.º Bruno Silva (EFAPEL), a 17m42s

116.º Pedro Paulinho (EFAPEL), mt

126.º Antonio Angulo (EFAPEL), a 22m07s

DNF Niki Mihaylov (EFAPEL)

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL – AMARELA

1.º Tadej Pogacar (UAE Team Emirates), 19h26m34s

44.º Rafael Silva (EFAPEL), a 18m12s

90.º Antonio Angulo (EFAPEL), a 38m30s

113.º Bruno Silva (EFAPEL), a 46m10s

125.º Pedro Paulinho (EFAPEL), a 57m34s

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS

1.º SKY - TEAM SKY (GBR), 58h26m14s

20.º EFAPEL, a 01h15m39s

 

FOTO: UVP - Federação Portuguesa de Ciclismo

Comments are closed.